Um cantinho de Brusque pouco conhecido; tem como não apreciar?


A natureza não faz milagres e sim, revelações!

Saudades daquele domingo, em setembro de 2016, quando na ocasião, resolvi acordar bem cedo e ir ao encontro da natureza. O tempo seco e a temperatura agradável convidaram para um passeio de moto sendo que o destino pouco importava, desde que fosse longe do agito urbano, lugar este que logo achei e aqui mesmo, em Brusque, no local conhecido como “Rua da Fazenda”, nas imediações do bairro Rio Branco.

O progresso pelo visto ainda não chegou a esta região do município que tem o rio Itajaí Mirim sempre contornando as belas paisagens que formam aquele lindo cenário!
Por onde se olha a natureza sempre nos acompanha proporcionando um espetáculo aos nossos olhos.

Muito bom saber que ainda existem lugares preservados onde a ação do homem não exerceu interferência.
Mas nem tudo parece tão perfeito assim.

Nesta imagem acima temos a cena do descaso, a ignorância bem como a falta de noção e responsabilidade de certos indivíduos que insistem em depositar LIXO junto a aquela via de acesso e o que é pior, às margens do rio.
Esta prática vem sendo observada há mais de 5 anos e nenhuma órgão fiscalizador veio investigar tal atitude, para que uma possível punição pudesse vir a ser imposta a estes infratores.
Mas deixemos esta parte negativa para trás e vamos ao que de fato, nos mostra VIDA.

Comum se deparar com pessoas que usam aquele local para caminhadas ou outras atividades que envolvam entretenimento como passeios de bicicletas, dentre outros hobbys.
Resta-nos saber até quando teremos este pedaço preservado aqui no município, pois preservar o meio ambiente é de fundamental importância para manter a saúde do planeta e todos que nele vivem.

Vale lembrar que os seres humanos só conseguem viver graças a natureza. Afinal, usamos os animais e plantas para nos alimentar, água para beber e tomar banho e muitos outros recursos que acabam passando despercebidos, mas que não são menos essenciais.
Protegê-la, portanto, não é só cuidar das matas e sim, cuidar de cada lugar por onde passamos e cada ser vivo que encontramos pelo caminho.
Na luta para salvar o planeta todos podem participar.
Nunca é cedo nem tarde demais para cada um fazer a sua parte.
Uma latinha de cerveja que se joga na rua, por exemplo, pode parecer apenas mais um detalhe insignificante, mas somada a outras podem entupir bueiros e causar transtornos com inundações.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.